Timburi FM – Andirá/PR

21 02 2018

Embora já tenha sintonizado diversas vezes emissoras do norte paranaense, captar algo da cidade de Andirá foi inétido, fruto de uma abertura bastante intensa ocorrida há alguns meses.

A Timburi FM foi captada em Sorocaba/SP na frequência de 98,5 MHz conforme áudio abaixo:





Caribbean Beacon

19 02 2018

Esta confirmação foi relativa a um informe realmente antigo que enviei para a transmissão em ondas médias da Caribbean Beacon. Foi inclusive de um curto período de tempo em que deixei de usar minha caixa postal para fazer algumas experiências sobre o nível de retorno.





A evolução dos indicativos

17 02 2018

Adrian M. Peterson

Durante o século XIX, a rede telegráfica com fio continuou a ser expandida em vários países, e cada estação adotava um indicativo, geralmente composto por duas letras. Era muito mais rápido e fácil manipular duas letras em Código Morse que colocar a localização geográfica, particularmente quando grandes nomes estavam envolvidos.

Em 1872, foi acordado por organizações regulatórias marítimas que cada navio devia ser identificado por quatro letras. Isso facilitou a tarefa do de identificar a  embarcação com bandeiras, que não precisavam ter mais o nome completo.

Quando as estações sem fio começaram a proliferar no final do século XIX, cada uma adotou um indicativo, geralmente composto de duas letras. Por exemplo, CC para Cape Cod e PH para San Francisco.

A assinatura de protocolos na Segunda Convenção de Telegrafia sem fio em Berlim em 3 de Novembro de 1906 determinou que o indicativo dos navios devia ser composto por um grupo de três letras.

Em 1908, a empresa Marconi determinou que todas as estações dela teriam que começar seus indicativos pela letra M seguida por outras duas de identificação da localidade. Por exemplo, MCC para Cape Cod e MGY para o SS Titanic.

Em 4 de Junho de 1912 foram assinados acordos na Conferência Telegráfica Internacional ocorrida em Londres e um dos protocolos determinava que cada país teria direito a uma série de letras para identificar suas estações. Por exemplo, os indicativos da Grã-Bretanha começariam com as letras B, G ou M, na França começariam com F e nos Estados Unidos com N, W ou K, começando com KDA.

Em 9 de Maio de 1913, os Estados Unidos implementaram seu próprio sistema de indicativos (em última instância, no âmbito das letras definidas internacionalmente). O país foi dividido em nove distritos e às estações de cobertura local foram destinados indicativos compostos por um número seguido por duas letras. Exemplos: 2XG New York, 3XZ Washington DC.

Um designador internacional foi adicionado em seguida e o número de letras após o número foi aumentado para três. Exemplos: W2XAD Schenectady NY, W9XAA Chicago. O X em tais indicativos denotava estação experimental. Quatro indicativos com letras para estações de ondas médias foram introduzidos em 1920 (KDKA), e outros similares para ondas curtas foram introduzidos em 1939 (KGEI, WRUL).

Após o fim da I Guerra Mundial, as estações de ondas médias começaram a proliferar mundo afora. Para a Alemanha foi designado o prefixo número 4, para a Suíça o 9, e para a Grã-Bretanha os números iniciais para os indicativos foram 2, 5 e 6.  Entretanto, os números 2, 5 e 6 não foram usados em ordem cronológica ou geográfica.

A Austrália seguiu um padrão similar e cada estado recebeu um número seguido por duas letras, como: 2GB Sydney New South Wales, 5DN Adelaide Austrália do Sul, 7NT Tasmânia do Norte e 9PA Port Moresby Papua Nova Guiné.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx





Criativa FM – Botucatu/SP

15 02 2018

Embora sempre com sinal presente, a Criativa FM tem qualidade de sintonia bastante variável conforme o período do ano.

A Criativa FM foi sintonizada em Sorocaba/SP na frequência de 98,9 MHz conforme áudio abaixo:





Arctic Radio Club

13 02 2018

É muito curioso ver a flâmula de um clube Dexista da Suécia cuja produção foi tipicamente peruana. Este, que é um souvenir tão pouco comum nos dias atuais foi no passado algo quase obrigatório nas correspondências enviadas por emissoras latinas. Diferentemente do que é comum no Brasil, na época ela não foi vendida pelo triplo do valor, o que deixa bem claro o caráter do hobby (e das pessoas) envolvidas em outros países.





A radiodifusão internacional em ondas curtas nas ilhas do Caribe

11 02 2018

Adrian M. Peterson

No presente momento, o auxílio e recuperação estão em curso em diversas ilhas do Caribe que foram devastadas pelos furacões que varreram a região. Infelizmente também há muita desordem e caos devido a destruição da maior parte da infraestrutura básica das ilhas, com a falta de itens de primeira necessidade como água, comida, gasolina, eletricidade e mesmo condições satisfatórias de abrigo.

Este artigo não apenas mantém o foco no Caribe como é um tributo às pessoas que vivem nestas nações insulares. Vamos abordar seis grandes emissoras, e começamos pela mais antiga, a Radio Antilles, da Ilha Montserrat.

Em 20 de Abril de 1963, a Radio Antilles Corporation foi formada, e cinco meses depois o governo emitiu uma licença para radiodifusão. A maior parte dos equipamentos eletrônicos vieram da Radio Africa, de Tangier, Marrocos, e instalados e operados em cooperação com o pessoal da estação europeia Radio Andorra in Europe.

Em 1971 a Deutsche Welle injetou uma grande quantidade de dinheiro na Radio Antilles, e como sócia majoritária/nova proprietária assumiu a operação das instalações. Quando os engenheiros da DW chegaram em Montserrat em 1971, encontraram dois transmissores de ondas curtas de 15 kW já instalados. Em seguida instalaram mais um de 50 kW junto com os de ondas médias no piso térreo de um prédio de dois andares na costa sudoeste de Montserrat.

Em Março de 1977, a Radio Antilles entrou em operação como retransmissora da Deutsche Welle e da BBC de Londres. Quatro anos depois a BBC deixou de usar as instalações da Radio Antilles, e em 1989, a Deutsche Welle Montserrat foi fechada. Em seguida, os equipamentos eletrônicos foram removidos e o prédio que os abrigou foi invadido pela lava de um vulcão, sendo que a localização dele hoje é impossível.

Na mesma época em que o projeto da Radio Antilles esteve em desenvolvimento, uma outra operação conjunta estava sendo levada a cabo na ilha de Antigua. O desenvolvimento da nova estação retransmissora de ondas curtas estava sob os auspícios da Caribbean Relay Company.

Após estudos nas ilhas Leeward e Windward Islands, Antigua foi escolhida por conta de sua localização estratégica e quantidade suficiente de terra com bom nível acima do mar, que seria satisfatória para um grande parque de antenas. A cessão do terreno de 240 acres garantia o uso próximo a Seaview Farm, no centro da ilha.

A BBC projetou e construiu a estação transmissora, com quatro transmissores Marconi modelo BD272 de 250 kW e sete torres para suportar 18 antenas. O fornecimento de energia não existia na região, então a emissora instalou cinco geradores Ruston de 1 megawatt, que era suficiente para alimentar todo o complexo e com um de reserva.

O primeiro transmissor entrou em operação em 1 de Novembro de 1976 e os outros três passaram a ser usados no ano seguinte. O planejamento original incluía dois transmissores e nove antenas para a BBC e DW. Entretanto, conforme o uso do complexo foi sendo desenvolvido e implementado, a programação das duas emissoras contou com quatro transmissores e tempo parcial.

Por conta de corte de gastos, a estação retransmissora em Antigua foi fechada em 26 de Março de 2005. Inicialmente a Caribbean Relay Station tentou buscar outros clientes com interesse em transmitir para o continente americano através de sua estação de ondas curtas. Como não ocorreram retransmissões posteriores a partir dela, é possível presumir que os equipamentos foram removidos e a propriedade vendida.

Agora nosso destino são as ilhas holandesas do Caribe, em particular Curaçao e Bonaire. Por volta de 1960, a Trans World Radio considerou a construção de uma grande estação de ondas curtas/médias na ilha de Curaçao. O projeto foi transferido em seguida para Bonaire.

A construção da TWR Bonaire começou em Setembro de 1963, e as primeiras transmissões de teste em ondas curtas começaram em Agosto de 1964. A primeira frequência utilizada foi a de 5955 kHz sob o indicativo holandês PJB.

Em Novembro de 1964, a estação de ondas curtas em Bonaire passou a transmitir tanto o conteúdo da Trans World Radio como da Rádio Nederland. Esta deixou de usar o centro retransmissor assim que a estação foi oficialmente inaugurada.

Em 30 de Junho de 1993 a TWR deixou de usar os transmissores de 50 kW e 250 kW instalados em Bonaire e os enviou à Suazilândia para incorporação em sua emissora africana. A estação de ondas médias permaneceu e o espaço anteriormente ocupado pelos transmissores de ondas curtas agora abriga geradores que fornecem eletricidade à ilha.

As transmissões de teste a partir da estação retransmissora da Rádio Nederland em Bonaire começaram em Março de 1969. No auge de sua capacidade contou com três transmissores de ondas curtas de 250/300 kW, 21 antenas em 17 torres e seis geradores de 500 kW cada.

Com as transformações ocorridas na radiodifusão internacional, a Rádio Nederland Bonaire foi fechada em 30 de Junho de 2012. Ela foi completamente desmontada e o que restou foi apenas um terreno vazio.

A Rádio Havana Cuba foi organizada como uma emissora internacional de ondas curtas em 1963. Na época, quatro transmissores de 100 kW foram instalados na estação de ondas curtas em Bauta, localidade próxima a Havana, sendo dois de fabricação russa e outros dois da suíça Brown Boveri Company. Na época ela operava um total de três centros com 16 transmissores de potências na faixa de 50 kW, 100 kW e 250 kW.

A Caribbean Beacon está localizada na ilha de Anguilla, uma pequena possessão britânica no leste do Caribe. Em Junho de 1991, o Dr. Gene Scott comprou a estação de ondas médias e instalou um transmissor de ondas curtas de 100 kW da marca Continental 100 kW na mesma localidade de Sandy Hill. O sistema de antena foi previamente usado pela KGEI, de Belmont, Califórnia.

As ondas curtas da Caribbean Beacon foram inauguradas em Dezembro de 1996, e enfrentou o medo da população local quanto a radiação por mais de um ano. No ano de 2008, os equipamentos usados anteriormente pelas emissoras KUSW e KTBN foram enviados à Anguilla para incorporação pela Caribbean Beacon.

A Caribbean Beacon foi danificada pelos furacões que recentemente varreram as ilhas do Caribe. Ela retornou ao ar com transmissões de teste e está fazendo o melhor possível para manter seu serviço em ondas curtas.

Esta foi a história de seis emissoras de ondas curtas do Caribe. Quatro já nos deixaram: Deutsche Welle-BBC Montserrat e Antigua, Trans World Radio e Rádio Nederland em Bonaire. Duas ainda permanecem: Rádio Havana Cuba com 16 transmissores e Caribbean Beacon em Anguilla com um transmissor de 100 kW, bastante fragilizada após a investida de vários furacões.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx





Rádio Princesa Serrana – Timbaúba/PE

9 02 2018

Ainda operando em ondas médias, mas na frequência de 1000 kHz, algo que certamente confina sua cobertura ao âmbito regional, certamente recebeu com surpresa o relato de escuta na Suécia.