Rede do Bem FM – Campinas/SP

10 05 2018

Até mesmo por conta da distância, esta é mais uma das FMs campineiras que marca presença todos os dias com bom sinal.

A Rede do Bem FM foi captada em Sorocaba/SP na frequência de 105,5 MHz conforme áudio abaixo:





Interativa FM – Avaré/SP

8 05 2018

Receber uma confirmação acompanhada por carta está ficando cada vez mais raro nos dias atuais. Uma confirmação acompanhada por carta em papel timbrado é algo ainda mais raro.





O serviço mensageiro do norte canadense

6 05 2018

Adrian M. Peterson

No verão de 1923, receptores de ondas curtas foram enviados a postos avançados da Real Polícia Montada Canadense com o propósito de permitir a sintonia da estação de ondas curtas dos Estados Unidos KDKA, de Pittsburgh, Pennsylvania. Com isso, famílias isoladas servindo no congelante norte canadense poderiam se manter em contato com os eventos no resto do mundo diminuindo assim a sensação de solidão.

A subsidiária canadense da Westinghouse em Hamilton, Ontário, sugeriu à KDKA que produzisse algum tipo de programação especial a esses moradores isolados e que fosse direcionada ao norte na faixa de ondas curtas. A KDKA, na época com apenas dois anos e meio de vida, preparou uma programação especial para o extremo norte do Canadá, iniciando o no verão de 1923 o Serviço para o Extremo Norte da KDKA.

A programação consistia de cartas dos ouvintes, mensagens à famílias isoladas e amigos, notícias, informações e músicas. Tais transmissões foram inseridas inicialmente na programação já existente da KDKA, embora conforme o tempo passou o Serviço para o Extremo Norte passou a ser um programa em si.

Tal conteúdo tornou-se regular durante o inverno, indo ao ar geralmente de Novembro a Maio. Em muito ajudou nas diversas situações em que a entrega de correspondências ou outras mercadorias foi suspensa por conta do inverno Ártico.

As transmissões eram feitas pela KDKA em ondas médias e pela 8XS em ondas curtas (posteriormente W8XK e WPIT), bem como por outras emissoras de ondas médias e curtas da Westinghouse nos Estados Unidos. O serviço foi mantido por 17 anos.

Em uma publicação de 1939 havia a informação de que a programação iria ao ar pela KDKA em ondas médias e pela WPIT em ondas curtas a partir de 1 de Novembro. Imagino que esta foi a temporada final do Serviço para o Extremo Norte, que foi ao ar até Maio de 1940.

Em 1932, uma rede pequena de transmissores de ondas médias anteriormente mantidos e operados pela Estrada de Ferro Nacional Canadense foi adquirida pela CRBC, a recém formada Canadian Radio Broadcasting Commission. Inicialmente, a CRBC operou apenas três emissoras: CRCO em Ottawa, Ontário, CRCA em Moncton, New Brunswick e CRCV em Vancouver, Columbia Britânica, com a estação Vancouver como cabeça de rede.

Logo depois de organizada, a CRBC começou a planejar seu próprio serviço para o norte, que passou a ser uma cópia bem sucedida da empreitada da KDKA-8XS. Em Dezembro de 1933, o novo programa, sob o título Mensageiro do Norte Canadense, foi inaugurado em um programa especial de sábado à noite e transmitido a partir de todas as emissoras de ondas médias da crescente rede da CRBC.

No início, as transmissões tinham um duração de uma hora e meia a duas horas e iam ao ar nos sábados às 23:30. Assim como para as transmissões via KDKA-8XS, consistia de cartas de ouvintes, mensagens importantes de familiares e amigos, notícias e músicas. Da mesma forma era transmitida durante o inverno no Ártico, entre Novembro e Maio.

A produção dos programas era feita no estúdio da CRBC em Toronto. A estação de ondas médias em Toronto contava com uma mistura interessante de equipamentos de outras emissoras da região e utilizava o indicativo CRCT.

Além da cobertura em ondas médias, a programação ia ao ar em ondas curtas. Em seu interessante livro “The Early Shortwave Stations”, o historiador do rádio Jerome Berg, de Boston, informa que inicialmente quatro estações de ondas curtas do Canadá levaram ao ar o Serviço Mensageiro do Norte Canadense de forma regular conforme segue:

VE9DN – Drummondville – Quebec – Marconi Co – 6 kW – 6005 kHz

VE9GW – Bowmanville – Ontário – Gooderham & Worts – 0,2 kW – 6095 kHz

VE9CL – Winnipeg – Manitoba – Richardson Co – 2 kW – 6150 kHz

VE9JR – Winnipeg – Manitoba – Richardson Co – 2 kW – 11720 kHz

Quatro anos depois a CRBC passou a integrar uma organização similar, a CBC, Canadian Broadcasting Corporation, fato ocorrido em 2 de Novemdro de 1936. A produção e transmissão do referido programa continuou sob administração da CBC.

Em 1937, conforme nos informa Jerome Berg, o esquema de transmissões nas noites de sábado passou a ser o seguinte:

VE9DN – Drummondville – Quebec – Marconi Co – 4 kW – 6005 kHz

CRCX (VE9GW) – Bowmanville – Ontário – CBC – 0,5 kW – 6095 kHz

CJRO (VE9CL) – Winnipeg – Manitoba – Richardson Co – 2 kW – 6150 kHz

CJRX (VE9JR) – Winnipeg – Manitoba – Richardson Co – 2 kW – 11720 kHz

W8XK (8XS) – Saxonburg – USA-PA – Westinghouse – 40 kW  – 4 faixas de ondas curtas

Dezoito anos depois e já estamos em 1954. A II Guerra Mundial já tinha terminado e a expansão e desenvolvimento do pós-guerra estavam a plano vapor. As transmissões foram reintroduzidas a partir da noite de 5 de Novembro e a lista de emissoras de ondas médias que levavam ao ar o conteúdo eram:

CBW – Winnipeg – Manitoba – 50 kW – 990 kHz

CBK – Watrous – Saskatchewan – 50 kW – 540 kHz

CBX – Lacombe – Alberta – 50 kW – 1010 kHz

CBXA – Edmonton – Alberta – 0,1 kW – 740 kHz

Cada edição do programa era produzido nos estúdios da CBC das estações CBX e CBXA em Edmonton, Alberta, para posterior transmissão em ondas médias e curtas. Exatamente uma semana depois, uma gravação da transmissão original era retransmitida pelos 50 kW da estação de ondas médias CBA em Sackville, New Brunswick.

Além da programação a partir dos estúdios da CBX e CBXA em Edmonton, esta também ia ao ar por meio da VED, uma estação utilitária operada pela Royal Corp of Signals em seu acampamento no extremo norte de Edmonton. Esta área hoje é ocupada por residências.

O transmissor militar de 5 kW, modelo TH41, foi construído pela subsidiária local da Marconi em Kanata, Ontário e usado para retransmissão da programação da CBC para uma rede pequena de estações de ondas médias no norte. As três letras do indicativo VED são relacionadas a: Canadá para a letra inicial V e Edmonton para as letras subsequentes ED.

A estação VED entrou em operação em 1924 e passou a integrar o serviço de retransmissão da CBC em 1949, permanecendo até 1956. Ouvintes relataram três canais em ondas curtas usados para alimentar as emissoras de baixa potência em ondas médias: 8255 kHz, 8265 kHz e 7230 kHz.

Dois anos depois do fim das retransmissões da CBC pela VED (1958), houve o anúncio de planos para instalação de um transmissor de 50 kW em Vancouver para cobertura de áreas isoladas no norte. Tal plano nunca foi implementado, mas houve então a inauguração do Serviço do Norte da CBC, que será tema de outro artigo no futuro.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx





Voz do Vietnã

4 05 2018

Desde meu primeiro contato com esta emissora, achei bastante interessante a atenção dada, e mesmo depois de tantos anos ainda recebo cartões de felicitação pela passagem de ano. A flâmula é muito bonita.





Voz do Vale FM – Cândido Mota/SP

2 05 2018

Aberturas que privilegiam o oeste paulista e norte do Paraná geralmente trazem a referida emissora com sinal bastante claro. É uma pena que de todas as vezes em que a ouvi não recebi resposta, o que não deixa de denotar um certo desleixo para com o ouvinte.

A Voz do Vale FM foi sintonizada em Sorocaba/SP na frequência de 103,3 MHz conforme áudio abaixo:





Jovem Pan – Piracicaba/SP

30 04 2018

Embora seja uma emissora de fácil captação, o desafio de conseguir a confirmação de uma emissora que opera em rede é sempre alto. Felizmente se deram ao trabalho até de preparar uma carta bastante agradável e informativa.





Faro del Caribe

28 04 2018

E. J. Whitehead

Entre as diversas emissoras latino americanas estão algumas estações não comerciais que buscam a melhora no nível educacional e cultural de suas populações apesar das dificuldades. Considerando a luta constante para obter fundos, para encontrar pessoal adequado e manter equipamentos desatualizados em funcionamento, é um pequeno milagre que elas continuem ano após ano e talvez seja mesmo pela graça de Deus que elas conseguem sobreviver. Uma delas é a TIFC, Faro del Caribe.

A Faro del Caribe foi fundada pelo líder religioso Clarence Jones em 1945. Naquele ano, Jones estava consciente da necessidade de uma emissora cristã na Costa Rica e fundou a emissora TIFA. O controle dela foi por pouco tempo e a posse da emissora foi para as mãos do costa-riquenho com ascendência italiana Francisco Arie. Arie, por sua vez, vendeu a TIFA à Missão Latino Americana (LAM) em 1947, evento este que iniciou a história moderna da TIFC.

Logo após assumir o controle da TIFA, a LAM começou modernizar as instalações e a recrutar pessoal adicional. Fundos foram arrecadados por uma campanha liderada pelo Dr. Kenneth Stacham, o que levou à substituição de equipamentos antigos. Entre o novo pessoal a compor a equipe estavam um engenheiro e missionário e dois ajudantes que começaram a trabalhar no Natal de 1947. Com isso, a TIFC começou  a fazer transmissões de teste com conteúdo do oratório “O Messias”. Apenas em fevereiro do ano seguinte começaram as transmissões regulares.

A emissora hoje

O nome Faro del Caribe, ou Farol do Caribe em Português, reflete o objetivo de iluminar o caminho para uma vida melhor de sua audiência. Para isso, a a TIFC (TI para Costa Rica e FC para Faro del Caribe) busca desenvolver as faculdades intelectuais e morais da nação e servindo à população o “pão diário” por meio de sua programação evangélica.

Como se trata de uma emissora não comercial, a TIFC é mantida apenas pela contribuição de sua audiência, notadamente os Evangélicos da Costa Rica, que apesar dos seus parcos recursos generosamente mantêm a emissora. Mais de 30 mil dólares foram arrecadados e investidos em novos equipamentos e instalações e, atualmente, uma campanha para arrecadar outros 20 mil dólares está em curso.

A emissora opera com uma equipe de onze pessoas em uma casa localizada em San José, a capital da Costa Rica. Administrada por Don Federico Picado O., o pessoal também inclui duas secretárias; três locutores: Isral Zuñiga, Franklin Valverde e Rafael Martinez; o diretor de programação Manuel Viquez; um assistente administrativo e três pessoas responsáveis pelo departamento de engenharia consistindo de um engenheiro, Thelvin Cabezas e dois técnicos.

Para levar ao ar a mensagem da Bíblia aos ouvintes da América Central e Caribe, ela transmite em dois idiomas e quatro frequências. A maior parte de sua programação é em Espanhol e tem início às 10:00 UTC. A programação em Inglês também é levada ao ar diariamente, começando às 03:00 UTC. Um novo transmissor de 5 kW é usado para ondas médias (1057 kHz), enquanto o mais antigo (1 kW) é usado nas frequências conhecidas de 6037 e 9645 kHz. A frequência de 97,1 MHz em FM também é utilizada, mas com apenas 250 watts. Uma torre com 75 metros de altura irradia os sinais em ondas médias, enquanto para ondas curtas é empregada uma antena dipolo.

Em sua transmissão noturna de 70 minutos (90 nos fins de semana) em Inglês, a Faro del Caribe apresenta conteúdo noticioso produzido pela Voz da América e programas religiosos variados. Entre os destaques estão os programas “Shew me a penny”, “Hour of decision”, “Baptist hour”, “Unshackled” e “The hobby of the kings”.

Milhares de cartas a cada ano são a testemunha da eficiência do trabalho evangelizador da emissora. Todas as cartas são respondidas e informes de recepção corretos, que variam entre 70 e 180 a cada mês são devidamente contestadas com cartão QSL, carta pessoal e folheto religioso. Flâmulas não estão disponíveis no momento, mas há planos de emissão de uma durante a celebração do próximo aniversário da emissora.

Tempos de crise

A TIFC sofre com um pequeno contingente, problema este que constantemente desafia a operação normal da emissora. A situação é grave a ponto que a perda de algum funcionário de setor vital pode tornar inviável sua operação. Sharon Taylor, Secretária do Serviço em Inglês explica: “precisamos de ao menos dois engenheiros. Nós temos um, mas ele não pode estar aqui o tempo todo e os ajudantes também passam pela mesma situação. Recentemente recebemos a triste notícia de que nosso engenheiro está indo trabalhar em outro emprego. Agradecemos as orações no sentido de resolver mais este problema.

Um vislumbre de esperança

Conforme se aproxima de seu 25º aniversário, a TIFC olha para o futuro com a esperança de que os problemas atuais serão favoravelmente resolvidos. Então, apesar dos problemas atuais, a Faro del Caribe tem buscado a melhora na recepção na zona rural da Costa Rica na faixa de 60 metros. A permissão para operar na frequência de 5020 kHz já foi obtida do governo do país caso a campanha de levantamento de fundos para a aquisição de um transmissor para operar nesta frequência tenha sucesso iniciará no próximo ano.

Embora a TIFC tenha alcance mundial, sua área de cobertura principal é a Costa Rica. Entre cafezais e bananais, a Faro del Caribe, com o duplo propósito de evangelizar e iluminar as mentes de seus ouvintes, trabalha sem descanso para ajudar na caminhada rumo a uma vida melhor a quem nos segue.

Artigo traduzido mediante autorização. A publicação em qualquer outro meio é expressamente proibida.

Você já conhece o canal Regional DX no Youtube? Vídeos novos publicados nos dias pares do mês. Não deixe de se inscrever, curtir os vídeos, comentar e compartilhar o conteúdo. Visite em youtube.com/regionaldx