Flâmula da Rádio Bandeirantes

21 12 2012

Em primeiro lugar temos um brinde bem pouco comum entre as emissoras brasileiras, independente da época. Adicione a isso o fato dela vir do acervo de um Dexista da Alemanha. Some também ser da época em que a Rádio Bandeirantes era conhecida pelo prefixo PRH-9. Para terminar, temos uma flâmula comemorativa ao bi-campeonato da Copa do Mundo de Futebol em 1962.

Precisa mais algum comentário? 🙂





Bellabarba adoraria viver no Brasil

1 11 2012

Como é de conhecimento de boa parte do público praticante do nosso hobby o DX Clube do Brasil promoveu o que chamaram de “1º Dia da escuta” nas 24 horas do último dia 21 de outubro. Obviamente o objetivo do concurso foi comemorar o aniversário do clube e por tabela ter logs para ocupar papel em seu boletim impresso, que nos dias atuais tem parcela considerável ocupada por registros de Dexistas dos exterior, algo que não apenas eu, mas vários colegas já comentaram comigo ser completamente inútil. A razão é simples: o log jamais foi algo decorativo em um boletim Dexista e sim uma referência do que pode ser ouvido, pode servir para estudos de propagação e até mesmo para que quem o lê tente novas captações, então, ao menos para o Dexista brasileiro ler um boletim com material de um russo tem utilidade no mínimo duvidosa. De qualquer maneira a iniciativa é válida, mesmo porque na época em que fui editor do boletim impresso do referido clube um dos coordenadores disse que o objetivo do periódico era “vender papel”.

O que aconteceu foi um concurso repleto de brechas em seu regulamento e no final quem as explorou melhor sagrou-se vencedor. Para o registro de um log com o mínimo de qualidade é necessário um período de escuta de cinco minutos, em alguns casos ainda mais. Infelizmente o bom senso inexiste no nosso país e logs com um minuto de escuta e sem nenhum dado conclusivo são considerados válidos. Dizer que uma emissora transmite música sertaneja (menos mal que não é o ronco de um urso hibernando!) sem ao menos pegar o nome de um programa é perfeitamente válido. Registrar a escuta de uma emissora que não transmite há quase um ano também vale e sequer coloca o conteúdo apresentado pelo “dexista” sob o mínimo de suspeita. Vale tudo mesmo!

De forma alguma tenho interesse em modificar o resultado de tal “concurso”, mesmo porque em nenhum momento ele despertou em mim o mínimo interesse quanto a participação. Se eu figurasse entre os participantes talvez minha opinião poderia ser considerada parcial.

Tentei na tarde do último dia 29 publicar uma mensagem com uma opinião bastante parecida e que obviamente foi apagada por ser algo que fere um grupo que não sabe receber qualquer tipo de crítica. O tiro saiu pela culatra pois o conteúdo está aqui para um público que em alguns meses chega a ser duas vezes maior em visitas individuais que o número de membros da lista radioescutas.

Para encerrar, cito uma parte de um concurso Dexista de verdade: trata-se do “3º International DX Contest – The Grand Tour Across All Continents”. Há um regulamento claro citando faixas de radiodifusão (alguém conhece alguma emissora do tipo que transmita em 160 metros?), categoria de emissora que pode ser registrada e a exigência de escuta de no mínimo 15 minutos com detalhes do log. Que diferença, não?

O famoso Bellabarba nunca esteve tão na moda. O brasileiro é realmente um grandioso admirador de pizzas (em todos os sentidos).





Entrevista à É Paraná AM

12 10 2012

Conforme já abordado em uma postagem anterior, além da confirmação da É Paraná FM, recebi um convite por parte da Diretora, Adriana Sydor, para ser entrevistado no programa “Acesso livre”. Surpreso pela amabilidade na resposta e pelo convite (que foi prontamente aceito) me preparei para a participação no último dia 14/05/2012. Foram quase 19 minutos de uma animada conversa com o Jornalista Andrew de Souza sobre o Dexismo. Ações simples como esta servem para divulgar o nosso querido hobby. Não posso deixar de ressaltar que por acaso descobri o mundo do Dexismo. Quem sabe assim tenha conseguido atingir algum novo adepto…

Em alguma passagem futura por Curitiba, a emissora certamente estará em meu roteiro de visitas. Que bom seria se outras tantas que nem mesmo um PPC se dão ao trabalho de devolver seguissem o mesmo exemplo.

Além da gravação da entrevista o pessoal da emissora cedeu gentilmente os áudios das identificações das emissoras de ondas médias e FM do grupo. Deixo aqui registrado meu agradecimento ao pessoal da Rádio e TV Educativa do Paraná pelo atendimento de excelente qualidade. Uma oportunidade única e que jamais será esquecida.

Seguem os áudios:

Entrevista (o áudio é longo e pode demorar a carregar, dependendo da sua conexão):

Identificação da e-Paraná FM:

Identificação da e-Paraná AM:





Flâmulas

23 01 2012

Além da coleção de cartões QSL, é fato o gosto que muitos Dexistas e Radioescutas possuem de colecionar flâmulas de emissoras de rádio. Ao longo dos anos tive a oportunidade de reunir algumas que estão guardadas com muito carinho. Sempre achei curioso o fato de emissoras da América Latina produzirem flâmulas em muitos casos simples, mas de beleza singular. Interessante notar o fato de tal cultura não ser tão presente na Argentina e Brasil. Desconheço a razão para tal.

Por conta do interesse pelo assunto e de lembrar quando certa vez vi várias delas durante uma visita à residência do amigo Pedro Machado, na cidade de Lorena/SP, resolvi preparar um post especial apenas com este souvenir tão curioso que muitos de nós recebemos das emissoras mundo afora.

As flâmulas aqui apresentadas fazem parte do acervo dos colegas Pedro Machado Coelho de Castro, Alexis Pontes Maldonado, Braulio Garcia Neto e Ivan Dias da Silva Junior.





DX Filatelico de las Americas

13 01 2012

Neste post trago mais um boletim relacionado com o rádio feito na nossa região. Trata-se do “DX Filatelico de las Americas”, editado pelo Francisco Barbosa, da cidade de São Roque. Pessoa de extrema simplicidade e que residia em um bairro distante dessa cidade, tinha como a perfuração de poços sua profissão. Tive a oportunidade de conhecê-lo em meados de 2000 em um encontro na cidade de São Paulo. Com ele retornei até o metrô ao final do encontro e fiquei admirado com a conversa animada que tivemos apesar de ter sido a primeira e última vez que nos vimos. Infelizmente faleceu em meados de Fevereiro de 2005. Sem dúvida alguma deixou saudades e será sempre lembrado pelos que tem no nosso hobby uma verdadeira fonte de amizades.

Mais uma vez as imagens abaixo são uma contribuição do colega Braulio Garcia Neto.





Tatuí DX Clube

26 12 2011

O referido clube figura entre os vários de natureza regional que existiram em nosso país nos anos 80 e 90. Apesar de Tatuí ser uma cidade próxima eu desconheço seu fundador bem como a longevidade que o clube teve ou a data da sua fundação. De qualquer forma é um registro de quando o Dexismo em nosso país era algo feito com o objetivo de angariar amigos e não lucros com base na ignorância alheia.

Preferi deixar o conteúdo em seu formato original, pois em todas as tentativas que fiz de conversão para formato PDF houve perda de qualidade. As imagens podem ser clicadas para melhor visualização ou mesmo baixadas. A contribuição é do colega Braulio Garcia Neto.





Win500

13 11 2010

Conforme comentado em outro post, o uso do scanner RadioShack PRO-197 é um pouco complicado tanto por suas extensivas funções como pela deficiência no nível de detalhamento do manual. Fazer tudo por meio dos seus poucos botões é uma tarefa cansativa que pode ser muito abreviada com o uso de um bom software. Após algum tempo pesquisando encontrei o referido programa, que até o momento tem se mostrado bastante eficiente.

Algumas poucas funções ainda precisam ser acessadas no próprio receptor, mas, no geral, sua programação ficou muito mais fácil e intuitiva. A leitura do manual ainda é necessária pois para bom uso do software é necessário conhecimento sobre o equipamento. Informações alfanuméricas são inseridas na rapidez da digitação e não apertando botão a botão.

Estou muito satisfeito com seu rendimento e a função de gravação por detecção de voz permitirá montar um excelente banco de dados de frequências da faixa de VHF ouvidas por aqui. A parte aeronáutica está pronta (mas evidentemente terá atualizações futuras) e agora estou trabalhando as frequências de serviços públicos. O material será disponibilizado aqui futuramente.

O software pode ser baixado em http://www.starrsoft.com/software/win500/default.asp.

Seguem algumas figuras do programa: